terça-feira, 19 de maio de 2009

Twilight. Aniversario. Livros.

"Se me disserem que historias de vampiro tem conotacao com a forca das trevas eu prometo que rio da tua cara tambem."

Comprei Twilight (o livro) ontem a tarde. Eu ainda tava em duvida quando cheguei na Target e fui (como sempre) direto pra sessao dos livros. Assim como Harry Potter, eu tinha ouvido varias pessoas comentarem sobre o hit, que era viciante, impossivel de largar e talz. Nao dei muita bola - depois de Harry, Hogawarts e toda bruxaria representada, achava impossivel me interessar por ficcao outra vez. Especialmente por vampiros, que, assim como dinossauros e E.T.s, fazem parte da minha lista de coisas absurdas e inexistentes.

Fui sem fe, mas mesmo assim paguei 10 dollares a mais pela Hardcover ao inves de simplesmente (como faco com livros em geral) comprar Paperback e economizar arvores e dinheiro. Acho que foi a capa preta, com letras encrustadas (han, essa palavra existe? alguem pode checar pra mim?) que me induziram a compra. (Fato: quem me conhece sabe como sou louca por livros. Nao apenas o "ler livros". Sou louca pelo objeto livro, as paginas, a capa, as letras, o cheiro. Meus livros sao sagrados, empresto de cara feia e todos eles levam meu nome completo e a data de aquisicao. As vezes sonho que aos 60 serei uma dessas livreiras, que pagam enormes somas de dinheiro por raridades, assinando cheques em cima de uma escrivaninha de madeira de lei, com estantes abarrotadas de livros (catalogados) ate o teto. Bibliofilos; eles chamam a gente de bibliofilos. Nao a toa, um dos meus livros preferidos "O Clube Dumas" (Arturo Perez -Reverte - 1998) trata justamente desse assunto. O fato de Twilight ter a opcao de capa dura (preta) e aquela cara de livro importante fizeram 10 dollares parecerem nada.)

Ainda no carro voltando pra casa fico na duvida se vou gostar ou nao. Se nao gostar sei o quao frustrada vou ficar - comecar um livro e nao terminar consta na minha lista de pecados capitais. Mesmo que a historia seja enredo de pagode, vou ate o fim.

Agora, podem me condenar a vontade, dizendo que sou so mais uma adolescente leitora de livros mediocres e com Q.I. abaixo de 50. Podem apontar o fato de que livros que viram sucesso absoluto de bilheteria nao podem ser tao complicados e valiosos quanto os livros que uma "bibliofila" (tenho um riso cinico na minha cara agora, eu que tenho a gigantesca nocao de ser so uma maluca compulsiva por livros em geral) deveria estar lendo. Nao to nem ai. Se me disserem que historias de vampiro tem conotacao com a forca das trevas eu prometo que rio da tua cara tambem.

To apaixonada pelo livro e to no 4º capitulo. (perigo a vista - Juliana desligando celular, ignorando o orkut e ficando em casa no feriado).

E o fato de que agora (se ja nao virou) vai virar modinha ser branco palido e gostar de sangue tambem nao me incomoda. Talvez apenas seja triste o fato de que, em 100 anos, o original do livro nao vai valer tanto assim no mercado livreiro, visto que ate o cachorro da vizinha tem um exemplar (e esta lendo) - livros produzidos massivamente nao fazem a cabeca dos cacadores. Em 300 anos, talvez?

Nao to nem ai pro fato de existirem, nesta data, umas 500 comunidades sobre Twilight no orkut (me perdoem minha frivolidade, mas o orkut é sistema de medida sim, ao menos da opiniao popular). Eu gosto de exclusividade e me chateio quando todo mundo comeca a gostar das mesmas coisas que eu, mas quando um livro é bom um livro é bom, merece ser divulgado e lido, ponto final.

Nao vim dissertar sobre a historia, sobre os pontos altos e baixos, quem é quem ou sobre as inumeras teorias e conspiracos que ja rolam na internet (acho um absurdo, mas confesso que me divirto a beca lendo).

So vim dizer que gostei e ponto. E que, como meu aniversario esta chegando, o resto da serie embrulhada em papel de presente (ou numa sacolinha da Border's) nao faria mal algum. Ou qualquer livro que seja, porque muito provavelmente ate o dia 7/7 eu ja tenha comprado e lido toda a saga. Mas me de livros de presente. Sempre. Nao tem erro. Qualquer outra coisa - tenho sidrome de Rachel Greene (Friends) - eu volto na loja e troco, todo mundo sabe.

Tambem vim aqui desabafar e encher o blog por causa da culpa que me assombra todas as vezes que fico muito tempo sem escrever.

Mas ja dei meu recado entao:
- aniversario chegando.
- livros de presente.
- culpa por nao escrever.

Agradeco a atencao.

3 comentários:

marcio disse...

Ju, me passa o seu endereço exato, please...

Giovanna Borgh disse...

é realmente é difícil de se convencer...adolescente e vampiros... hum... entra para o fim da lista de vontades literárias.

Eu também não costumo ler best sellers, mas alguns são bons de verdade.

Você leu Ensaio Sobre a Cegueira?
As pessoas torcem o nariz porque acham que é best- seller, mas na verdade, é vencedor do Premio Nobel de Literatura, e isso sim é um crédito a se pensar e ler sem medo.

Continue lendo bastante pq isso se reflete na na sua escrita bem descontraída e ao mesmo tempo densa e bem informativa.

beijos!

Iana Coimbra disse...

Ei,

Vi seu comentário no blog da Giovanna e não resisti. Comecei a ler o Crepúsculo exatamente como vc. E terminei amando (e torcendo pelo Jacob). Escrevi no meu blog sobre isso e deu pano para manga (justamente pelas mega acusações de "livro do demônio").

Enfim, só para dizer que vc não está sozinha entre os bibliófilos (valeu pela palavra que me define e ainda não tinha tido a curiosidade de pesquisar).

Bjs.