quarta-feira, 20 de maio de 2009

Twilight II

Terminei o livro ha uma hora atras.

Foi dificil nao me emocionar e mergulhar fundo na historia.

Sei que vai soar infantil, romantico e ingenuo, mas pra mim, a historia da Bella e do Edward é uma das mais bonitas declaracoes de amor que ja vi. É um amor que ultrapassa qualquer tipo de preconceito. Um amor puro. Um amor proibido, nao porque uma das partes ja esta comprometida (o caso da maioria dos filmes onde a infidelidade se tornou uma coisa banal), mas um amor proibido no sentido de impossibilidade mesmo. Melhor dizendo, um amor impossivel.

Lindo, simples, e irresistivel.

É, acho que antes do dia 7/7 vou ter mais 4 livroes pra apertar na minha ja abarrotada mala de volta pro Brasil.

2 comentários:

Giovanna Borgh disse...

De alguma forma lembrei de vc estes dias. Peguei Twilight, o filme, na locadora e despretenciosamente, esperando o pior, comecei a assistir.

Confesso que o começo foi difícil, muito adolescente e baile de formatura pra mim, mas a partir do momento que o antogonista aparece e nos apresenta o problema, me envolvi como uma teenager apaixonada por um vampiro galã! rs
Adorei a história de amor, adorei o contexto, realmente me impressionei, muito bem feito!

Peguei um e-book e acho que vou encarar a leitura, já vi o trailer de New Moon e não consigo parar de pensar na história! quero saber como termina! uau!
rsrsrs

realmente é difícil não se deixar envolver, um best seller com seus méritos!

Sobre o "Ensaio Sobre a Cegueira", em inglês se chama Blindness, mas leia antes de ver o filme!
A leitura é melhor do que a versão do cinema.
E tente ler a versão original, em português mesmo (de portugal), pois não sei se a em inglês é boa.

beijos

Ronald disse...

Amor puro.. que engraçado. Hoje em dia as pessoas são tão egoístas que fica tão banal pensar em "amor"..
Td mundo está ocupado consigo mesmo.. e o pior quando censuram os narcisistas, os únicos que realmente são sinceros!
hahahahahahahahah
Bjo Ju!