segunda-feira, 15 de junho de 2009

Dialogando

com a Manu.

No estacionamento.
Manu: - Ju, olha ali um 'INFINTI'
Ju: Amiga, 'INFINTI' so o teu, aquilo ali é um 'INFINITI'.
Manu: (muito desapontada) - Ahn...
Ju: -Eu podia ir ali roubar o 'I' dele pra gente colar no teu!
Manu, uma menina de principios antes de comecar a andar comigo: -Eeeee, isso amiga!
Ju: -Ta, me empresta alguma coisa de ponta. Nao, perai, minha chave serve...

Na loja.
As pobres provando os cremes. Tinha um chamado Golden alguma coisa. Da Guess. Coloquei um tiquinho, bem de nada no meu dedo e espalhei na minha mao.

Ju: - Hum, olha que legal amiga, ilumina mesmo!

Manu vira o vidro na mao e despeja uma quantidade absurda, quase suficente pro corpo inteiro.

Manu: -Ju!!!!!
Ju: -huahuahuahuahuahuahuahauhaua

Manu passa a mao melecada na Ju. Agora Ju ta amarelo neon.

Voltando pra casa.
Ju, numa absurda demostracao de asnice no transito, nao espera antes da faixa amarela e para o carro em cima do trilho dos trens. (nao tinha espaco pra ir mais pra frente).

Ju: Ih amiga, se o trem passar agora a gente morre!
Manu: Morre nada, eu saio do carro correndo!
Ju: ah, pior ne?! Nossa amiga, tu é tao inteligente!
Manu: alguem tem que ser Ju, alguem tem que ser.

Um comentário:

Peter disse...

Minha nossaaaa !!!
vc's são doidas mesmas (craize girls)...., e quase ladras kkkk
Fiquei imaginando as cenas..me matei de rir.
Parabéns a autora do texto e as personagens da real história.